autora do blog

autora  do blog
Utilidade publica

Sobre o blog

FALANDO UM POUCO DE TUDO.
DOS SONHOS, A REALIDADES, COM GRAÇA.
+ ATUALIDADES
MODA.
SAÚDE
CURIOSIDADES
NOTICIAS ATUAIS
UTILIDADE PULICA

quinta-feira, 10 de março de 2016

ONU celebra o Dia Internacional da Mulher pedindo 'Passo Decisivo pela Igualdade de Gênero'



Imprimir
2016-03-08-1457395803-5657542-UNICEF_Mali_UNI203065_2015.jpg
Professora em escola em Timbuktu, no Mali. Segundo a Unesco, quase 16 milhões de meninas entre seis e 11 anos de idade nunca terão a chance de aprender a ler ou a escrever. Foto: Unicef/Dicko.
Nesta terça-feira, 8 de março, as Nações Unidas celebram o Dia Internacional da Mulher com o tema: "Planeta 50-50 até 2030: Um Passo Decisivo pela Igualdade de Gênero".
A meta das Nações Unidas é conseguir que até 2030, todas as mulheres, meninas, homens e meninos tenham direitos iguais. A diretora-executiva da agência da ONU está fazendo um apelo aos líderes mundais.
Estratégias e Solidariedade
Em entrevista à Rádio ONU, Phumzile Mlambo-Ngcuka explicou ser necessário definir as estratégias para que a igualdade de gênero seja alcançada e pediu ainda solidariedade mundial, num momento em que ocorre deslocamento em massa em muitos países, atos de extrema violência contra mulheres e meninas e grande instabilidade em várias regiões.
O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, ressaltou a criação da campanhaElesporElas, que promove a participação dos homens na luta contra a desigualdade. Em todo o mundo, mais de 700 mil homens já assinaram o marco online.
Brasil
No Brasil, a atriz e embaixadora da ONU Mulheres no país, Camila Pitanga, gravou um vídeo em que diz: "Você: homem, mulher, sociedade, governo, é capaz de me dar esse presente? Reconhecer verdadeiramente que temos todos e todas os mesmos direito? Que esse dia te estimule a perceber e mudar isso? Se sim, eu agradeço desde já em nome de todas nós."
Camila Pitanga está sugerindo a todos que utilizem nas redes sociais a hashtag #troco presente por igualdade.
Paridade Salarial
Marcando a data, a Organização Mundial do Trabalho, OIT, divulgou na segunda-feira o relatório "Mulheres no Trabalho: Tendências 2016".
A conclusão do documento é de que a paridade salarial entre mulheres e homens vai levar mais de 70 anos para ser alcançada. A nível global, a diferença diminuiu apenas 0,6% entre 1995 e 2015.
O relatório diz ainda que "o progresso alcançado para colocar mais mulheres no mercado de trabalho foi insuficiente"
Educação
Já a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, afirmou que quase 16 milhões de meninas entre seis e 11 anos de idade nunca terão a chance de aprender a ler ou a escrever. O número é o dobro na comparação com os meninos.