autora do blog

autora  do blog
Utilidade publica

Sobre o blog

FALANDO UM POUCO DE TUDO.
DOS SONHOS, A REALIDADES, COM GRAÇA.
+ ATUALIDADES
MODA.
SAÚDE
CURIOSIDADES
NOTICIAS ATUAIS
UTILIDADE PULICA

sábado, 19 de março de 2016

Zika vírus teria chegado ao Brasil em competição de canoagem no RJ

 Bem longe do Brasil, em ilhas paradisíacas do Pacífico, o zika vírus se manifestou com força, resultante de características locais, assim como o canto de gaivotas, o barulho do mar ou a explosão de luz no céu azul. Pesquisadores acreditam que o vírus “viajou” até o território brasileiro durante o Mundial de Canoagem Va'a (polinésia) de 2014, ocorrido no Rio de Janeiro, nas águas da Lagoa Rodrigo de Freitas, em paisagem também paradisíaca. 
A infectologista Rosana Richtmann, membro do Comitê Técnico Assessor de Imunizações do Ministério da Saúde e do Instituto de Infectologia Emílio Ribas explica ao R7 a linha de investigação dos especialistas.
— Pessoas dessas ilhas vieram para o nosso país em agosto de 2014, quando houve um campeonato mundial de canoagem no Rio. É muito mais concreto relacionar esse fato como o que trouxe o vírus ao Brasil do que a Copa do Mundo, que acho pouquíssimo provável. Estamos discutindo isso.
A infectologista também ressalta que o evento máximo do futebol atraiu pessoas de todo o mundo, mas, segundo ela, poucas daquela região.
— Os países que têm zika são ilhas lá no Pacifico: Micronésia, Polinésia, Polinésia Francesa, Ilhas Kook, Ilha de Páscoa e nenhum desses países mandou muita gente para o Brasil na época da Copa. 
Segundo Karina Alves, diretora-presidente do Instituto Superar, que organizou a competição de canoagem, naquele momento não houve nenhum indício da presença do vírus ou de sintomas entre os participantes.
— Não temos conhecimento a respeito desse assunto.
Há ainda outras semelhanças entre a composição do zika da Ásia e da Oceania ao brasileiro, segundo Rosana.
— Existe inclusive um trabalho em que o autor coloca exatamente a hipótese de o vírus ter chegado no evento de canoagem. Há uma semelhança filogenética entre o zika brasileiro, que está circulando aqui, e o zika da Ásia. Parece que eles vêm do mesmo lugar, a genética deles é muito parecida.
A Polinésia Francesa é uma região da Polinésia ligada à França. A modalidade de canoagem Va'a, ou polinésia, surgiu em países como Taiti, Nova Zelândia, Ilha de Páscoa, ou no estado americano do Havaí, há mais de 4000 anos. 
A prática esportiva veio de um hábito local, já que as canoas eram — e ainda são — usadas como meio de transporte, entre várias ilhas, principalmente durante o período de colonização da área.
O contágio da doença ocorre quando o Aedes pica alguém que tenha o vírus no sangue - o alimento do inseto. A fêmea, ao entrar em contato com o vírus, se torna um vetor permanente da doença, podendo contaminar muito mais de uma pessoa.
Desta maneira, acredita-se que pessoas daquela região, presentes ao evento, chegaram contaminadas pelo vírus, que se espalhou pela cidade do Rio de Janeiro por meio do mosquito.
De acordo com essa tese, enquanto os competidores daquela região disputavam acirradas corridas, inspirados na beleza das paisagens e na tradição desse esporte milenar, uma epidemia de zika estava se iniciando. Seriam as autoridades de saúde do Brasil, a partir de então, que iriam ter que correr contra o tempo.