autora do blog

autora  do blog
Utilidade publica

Sobre o blog

FALANDO UM POUCO DE TUDO.
DOS SONHOS, A REALIDADES, COM GRAÇA.
+ ATUALIDADES
MODA.
SAÚDE
CURIOSIDADES
NOTICIAS ATUAIS
UTILIDADE PULICA

sexta-feira, 4 de março de 2016

Como Lidar com a Dor da Perda

A dor da perda pode ser causada por uma série de fatores, desde a perda de um ente querido ou de um animal de estimação a perda de um sonho. Qualquer pessoa irá concordar que lidar com esse sentimento é um processo difícil e complicado e que não há nenhuma regra conveniente que você pode seguir para "superar" a sua dor de verdade. Ainda assim, se você controlar suas emoções o melhor que puder, obter ajuda e apoio, e lembrar-se de cuidar de si mesmo(a), você pode lentamente começar a sentir-se melhor.

Encarando os seus sentimentos

Não ignore a sua dor. Muitas pessoas podem pensar que ignorar os sentimentos ou varrê-los para debaixo do tapete, fará com que eles simplesmente desapareçam. Claro, você pode seguir em frente com sua vida, ir para o trabalho, e agir como se nada tivesse acontecido, mas em longo prazo, isso só atrasará a sua dor e fazer você remoer toda a tristeza, amargura, raiva ou ressentimento que estão brotando em algum lugar dentro de você. Portanto, a primeira coisa a fazer é admitir a terrível dor. Admita para si mesmo(a), para seus amigos, e grupo de apoio, e, depois, comece a p processo de “cura”.

Não se force a ser forte. Outra coisa que as pessoas que passam por uma grande perda dizem a si mesmas é que elas não devem aparentar fraqueza. Você pode pensar que ninguém quer ver você chorando, com um semblante triste, quase não podendo cuidar de si mesmo(a), e andando como um sonâmbulo(a), no entanto não há problema nenhum com isso, se é assim que você realmente se sente. Se você tem que permanecer forte para os amigos ou membros da família, então a situação pode ficar complicada, mas você ainda pode admitir que está sentindo-se fraco(a), se você estiver realmente arrasado(a).
  • Claro que você não deseja desabar completamente, e pode até mesmo não ser necessário; todavia, não tente bancar o “forte” ou agir como se tivesse tudo sob controle, quando você sabe que não é o caso.
Chore se você quiser. Não há limite para quantas lágrimas uma pessoa pode chorar antes que elas sequem. Se você sentir vontade de chorar, simplesmente deixe toda a tristeza escoar do seu sistema e chore sempre que desejar. Obviamente, é mais conveniente se você puder chorar em um ambiente familiar, e não se debulhar em lágrimas em público, mas não será o fim do mundo se isso acontecer, e as pessoas vão entender. Não pense que as suas lágrimas estão retardando o processo de “cura” ou impedindo-lhe de seguir em frente.

Não chore, se você não quiser. Ao contrário da crença popular, nem todo mundo experimenta a dor da mesma maneira - e não através de lágrimas. Você pode sentir uma profunda tristeza sem derramar uma lágrima, mesmo que as pessoas ao seu redor possam pensar que seja "estranho" que você não esteja expressando seus sentimentos de forma mais aberta. Todo mundo sofre de maneira diferente, portanto, não se force a chorar, se não é isso que você quer fazer.

Pare de pensar sobre o tempo certo. Talvez você tenha ouvido que "a dor dura apenas um ano" - isso não soa tão mal, certo? Infelizmente, todo mundo tem a seu próprio tempo quando se trata de lidar com a dor, e você não deve se sentir mal, se achar que meses e meses se passaram sem que tenha feito qualquer "progresso". Não se trata de progresso, trata-se de aprender a enfrentar seus sentimentos e ver onde eles levam você. As pessoas podem ter certas expectativas sobre como você deve estar se sentindo em um determinado ponto, mas os seus próprios sentimentos não devem ter nada a ver com o que as pessoas esperam.
  • O fato da questão é, você nunca será capaz de "superar" totalmente a sua dor. Algo sempre irá lembrar-lhe o ente querido, mesmo muitos anos depois, e isso é perfeitamente normal. "Superar" realmente significa encontrar a melhor maneira de lidar com os seus sentimentos, de modo que você possa seguir em frente, o que é diferente de deixar tudo para trás

Não fique obcecado(a) com as cinco fases do luto. Se você está sofrendo, então é provável que já tenha ouvido falar sobre a forma como cada pessoa tem que passar pelas cinco fases do luto - negação, raiva, barganha, depressão e aceitação[1]No entanto, nem todo mundo passa por todas estas cinco fases antes de encontrar paz, e nem todo mundo passa por elas na mesma ordem. Por exemplo, a depressão pode vir em primeiro lugar, seguida pela raiva. Se você está passando por esses estágios, saber que outras pessoas se sentem da mesma forma pode ajudar; o importante é não achar que você não pode lidar com a sua dor porque você não passou todas as fases.

Imagem intitulada Cope With Grief Step 05Bullet01

veja assim...