autora do blog

autora  do blog
Utilidade publica

Sobre o blog

FALANDO UM POUCO DE TUDO.
DOS SONHOS, A REALIDADES, COM GRAÇA.
+ ATUALIDADES
MODA.
SAÚDE
CURIOSIDADES
NOTICIAS ATUAIS
UTILIDADE PULICA

sábado, 4 de junho de 2016

Como tratar espinhas inflamadas

As espinhas, o nome comum que damos para a acne, é uma dificuldade pela qual muitos passam. Características na adolescência, as espinhas acabam aparecendo durante toda a vida, já que muitas vezes existe acúmulo de oleosidade na pele, que pode gerar acne.
Muitas vezes, estas espinhas acabam inflamando, devido a uma série de micro organismos que acabam se aproveitando do excesso de oleosidade da pele para se desenvolver, ou seja, além do entupimento padrão do poro, temos também a inflamação do mesmo.
Vamos dar algumas dicas para evitar que estas espinhas inflamadas se tornem problemas ainda maiores.
O que NÂO fazer em caso de espinhas inflamadas.
Sabemos que a coisa que mais desejamos fazer quando temos uma espinha, especialmente as inflamadas (e até mesmo espinhas internas), que ficam ainda mais vermelhas, feias e doloridas, é espremê-la e acabar de vez com o inconveniente, mas sabemos que isto é a pior coisa que podemos fazer, já que desta forma, além de espalharmos o agente contaminador que inflamou a espinha, podendo piorar o quadro geral, podemos também marcar nossa pele de forma permanente ao tentar espremer diretamente uma espinha inflamada.
Dicas para cuidar das suas espinhas inflamadas.
Sabemos que o melhor tratamento é a prevenção, mas caso você já esteja com suas espinhas inflamadas, é melhor seguir algumas destas dicas, para ajudar a diminuir e melhorar quadro de acne. Caso você não tenha melhora, consulte um médico.
  • Quente e frio. Sabemos que o aumento e a diminuição da temperatura melhoram a situação de uma espinha inflamada. Você pode submetê-la a um algodão com água quente (não quente demais, para evitar queimaduras) para amolecelê-la e permitir que caia mais facilmente (alguns recomendam a retirada com gaze, mas ainda assim é um procedimento de risco, faça por sua conta e risco). O gelo pode ser usado para diminuir a vermelhidão e melhorar um pouco a aparência geral da espinha, sendo especialmente recomendado para grandes áreas de espinhas problemáticas.
  • Mel: O mel é um excelente reconstrutor da pele, podendo ser usado também nas áreas sem espinha por sua função anti-inflamatória. Passe e deixe agir, em média, por uma hora, depois lave com água gelada e hidrate.
  • Clara de ovo: uma receita para ajudar a secar espinhas inflamadas é clara de ovo. Bata a clara em neve e deixe na geladeira por uma hora e então aplique no rosto. Deixe agir por 20 minutos e enxágue com água gelada.
Estes tratamentos são uma opção para espinhas mais ocasionais, caso seu caso de acne esteja se espalhando rápido ou com espinhas fora do comum, procure um dermatologista.