autora do blog

autora  do blog
Utilidade publica

Sobre o blog

FALANDO UM POUCO DE TUDO.
DOS SONHOS, A REALIDADES, COM GRAÇA.
+ ATUALIDADES
MODA.
SAÚDE
CURIOSIDADES
NOTICIAS ATUAIS
UTILIDADE PULICA

domingo, 27 de março de 2016

Falando de relacionamentos

Amor de Verdade é Destino ou Apenas Saber Escolher?

faz papel de vítima ou culpa os outros

O amor não machuca o outro. Quando o outro está errado, ele quer ajudá-lo.
Ele assume a responsabilidade, assume a outra pessoa, perdoa, e quer ter a outra pessoa do seu lado em todas as situações, boas ou ruins.

2. No amor de verdade não há espaço para ciúme

Como a posse, o ciúme não é igual ao amor. O amor de verdade confia na outra pessoa e no relacionamento de ambos. Ele sabe que a outra pessoa está feliz por estar ao seu lado, e que ela sempre voltará para os seus braços.

3. Amar significa dizer adeus às expectativas

Todas as pessoas querem que as outras se comportem da maneira que elas querem, fato. Sempre há algo que uma pessoa quer mudar na outra. Que seja mais afetuoso, extrovertido, inteligente, ambicioso, etc.
Tudo isso são expectativas, e isso são apenas as suas necessidades para poder “aceitar” alguém, mas o amor verdadeiro não sofre com isso, ele não tem expectativas, ele ama do jeito que a outra pessoa é.

4. O amor é a ausência de medo

O amor é um sentimento que não vem junto com o medo, que não faz com que a pessoa se sinta mal, e sim feliz. Emoções baseadas no medo incluem ódio, insegurança, ciúme ou a ganância, elas não fazem parte do amor de verdade.
Muitas pessoas passam boa parte da sua vida buscando o seu amor de verdade, sua alma gêmea, aquela pessoa que irá fazer com que ela se sinta completa, que tudo na sua vida possa dar certo, e quando não der, o seu amor irá estar ao seu lado a toda e a qualquer momento. Porém, o amor de verdade depende do destino ou de apenas saber escolher?
O amor é muitas vezes confundido com a paixão. Muitas pessoas estão se sentindo super apaixonadas, ou mesmo ao ver a outra pessoa já sofreu aquele ataque de “paixão repentina” e acredita que aquela é a sua alma gêmea.
Mas nem sempre, e na minoria das vezes, isso é o amor de verdade.
Definir com toda certeza o que é o amor não é algo tão simples nem mesmo para os maiores romancistas do mundo, mas saber escolher o que lhe faz bem e o que será bom para a sua vida é algo um pouco menos difícil.
Quem ama não machuca, não quer que o outro sofra, respeita, é carinhoso, atencioso, se preocupa, enfim, ama. Alguém que maltrata, não respeita, trai e é indiferente, não ama.
Saber escolher a pessoa que irá ficar do seu lado é algo muito importante para que você tenha uma vida feliz e saudável, já que muitas pessoas confundem o amor com coisas negativas como o ciúme ou a possessividade.
O amor não é nenhuma dessas coisas, por isso veja aqui algumas dicas para poder identificar o amor de verdade.

O amor de verdade não faz papel de vítima ou culpa os outros

O amor não machuca o outro. Quando o outro está errado, ele quer ajudá-lo.
Ele assume a responsabilidade, assume a outra pessoa, perdoa, e quer ter a outra pessoa do seu lado em todas as situações, boas ou ruins.

2. No amor de verdade não há espaço para ciúme

Como a posse, o ciúme não é igual ao amor. O amor de verdade confia na outra pessoa e no relacionamento de ambos. Ele sabe que a outra pessoa está feliz por estar ao seu lado, e que ela sempre voltará para os seus braços.

3. Amar significa dizer adeus às expectativas

Todas as pessoas querem que as outras se comportem da maneira que elas querem, fato. Sempre há algo que uma pessoa quer mudar na outra. Que seja mais afetuoso, extrovertido, inteligente, ambicioso, etc.
Tudo isso são expectativas, e isso são apenas as suas necessidades para poder “aceitar” alguém, mas o amor verdadeiro não sofre com isso, ele não tem expectativas, ele ama do jeito que a outra pessoa é.

4. O amor é a ausência de medo

O amor é um sentimento que não vem junto com o medo, que não faz com que a pessoa se sinta mal, e sim feliz. Emoções baseadas no medo incluem ódio, insegurança, ciúme ou a ganância, elas não fazem parte do amor de verdade.

5. O amor deixa ir

O amor não é igual a posse. Assim como diz o ditado: “Se você ama algo, liberte-o. Se ele voltar, é seu. Se isso não acontecer, então ele nunca foi.”
Há verdade nisso. O amor permite que as pessoas vivam sua liberdade. O amor de verdade não quer possuir.

6. Amar significa colocar as necessidades da outra pessoa iguais ou além das suas

Enquanto as pessoas podem ser super egoístas para fins de sobrevivência, isto não é nada válido quando se trata de relacionamentos. Se você não colocar as necessidades do outro pelo menos iguais às suas, isso não é amor de verdade.

7. O amor não precisa, quer

Uma das coisas que os adultos ensinam às crianças é que existe uma grande diferença entre um desejo e uma necessidade. Precisar de alguém é um sentimento baseado no medo. Você ter medo de não conseguir viver sem a outra pessoa, não significa que você precise dela. Lembre-se, o medo é o oposto do amor. Querer alguém na sua vida lhes dá a liberdade para sair, mas ainda assim lhes mostra que podem voltar, pois você o ama.

8. O amor não obriga o outro a continuar em um relacionamento

Você pode amar muito alguém, mas não ser compatível com ele. Ou ele pode te deixar louca devido ao desinteresse ou desrespeito com você e seus sentimentos. Você ainda pode amá-lo, mas isso não significa que você tem que estar com ele. O amor de verdade não significa que as pessoas têm que ficar juntas de qualquer maneira, você pode amar alguém e deixar o relacionamento que não está te fazendo bem.

9. O amor requer atenção

O amor de verdade não ignora, não olha para o outro lado. Ele quer estar presente e estar junto. Quando as pessoas estão apaixonadas, às vezes pensam que eles não têm que “fazer mais nada.” Mas o amor de verdade realmente gosta de dar atenção à outra pessoa. É uma sensação boa, e não uma tarefa árdua.

10. O amor é uma ação, não apenas um sentimento

Os seres humanos tendem a ser viciados em emoções intensas, especialmente quando se sentem bem. Então, quando estão apaixonados, querem sentir-se assim para sempre. Mas adivinhem? Essa sensação vai embora depois de um tempo. Isso não significa que você não ama mais a outra pessoa, isso significa apenas que não é mais novidade. Então é aí que ambos devem lutar para que o relacionamento não caia na rotina, há de mostrar para o outro que o ama com frequência.

11. O amor faz você se sentir bem, não mal

Muitas pessoas confundem estar em um relacionamento, com o amor. Não é porque você está em um relacionamento que o que sente é amor de verdade.
Se houver ciúme, possessividade, brigas constantes, abuso (verbal, físico ou emocional), não é amor. Essas são emoções baseadas no medo.