autora do blog

autora  do blog
Utilidade publica

Sobre o blog

FALANDO UM POUCO DE TUDO.
DOS SONHOS, A REALIDADES, COM GRAÇA.
+ ATUALIDADES
MODA.
SAÚDE
CURIOSIDADES
NOTICIAS ATUAIS
UTILIDADE PULICA

domingo, 22 de maio de 2016

Tempo que nosso lixo leva para se degradar


                                       Tempo que nosso lixo leva para se degradar
                                      
                                       Vidro                              Até 1 milhão de anos
                                       Linha de Nylon               600 anos
                                       Fralda Descartável          450 anos
                                       Garrafa de Plástico          450 anos
                                      Lata de Alumínio              200 anos
                                      Plástico                            100 anos
                                      Metal                               100 anos
                                      Isopor                                80 anos
                                      Copo Plástico                     50 anos
                                      Saco Plástico                      35 anos

Que cultura ambiental é essa que tem um discurso diferente da prática, onde está nossa consciência de que a natureza precisa ser respeitada e preservada. Isso é ignorância e hipocrísia.

Infelizmente, nós seres humanos, de uma forma geral, nos consideramos superiores a tudo e a todos que habitam o planeta. Essa pretensa superioridade não nos permite enxergar que somos tão dependentes da saúde do ambiente quanto um peixe é do oxigênio contido na água. A tendência à superioridade, somada à ganância incondicional, nos tornaram as maiores ameaças à vida no planeta. "Instituto Aqualung"

Precisamos urgentemente aplicar esses conceitos de planeta sustentável, como também dar exemplo aos nossos filhos, para que eles cresçam com uma consciência mais atuante e preservadora e possam salvar o planeta e se salvarem.
Para que eles cresçam entendendo que a natureza nem sempre age por vontade própria, mais sim reflete o que ela recebe do ser humano.

Fiquemos com esses pensamentos: